Como escolher um plano de saúde para crianças

Como escolher um plano de saúde para crianças

A escolha de um plano de saúde é algo muito importante, sobretudo quando se é para as crianças. São várias coisas a serem consideradas antes de fazer a assinatura de um plano de saúde para crianças, então veremos neste artigo algumas dicas para que esta escolha seja sempre a melhor a ser feita.

Quais os critérios a serem considerados na escolha de um plano de saúde para crianças

Antes de mais nada, é preciso saber quais os procedimentos que o plano de saúde cobre, e se é preciso fazer algum tipo de pagamento na hora da consulta. Alguns planos de saúde cobram pequenas taxas na hora da consulta, outros não cobrem alguns procedimentos, então é preciso estar atento a esses detalhes na hora de contratar um plano de saúde para as crianças.

Esse detalhe é algo que muitas vezes, na hora de assinar, não percebemos, e, mais tarde, em vista de se precisar de algum serviço, é que iremos descobrir que o plano não cobrirá todas as coisas necessárias, e aí é um grande transtorno, justamente na hora em que mais se precisa ter paz e organização.

Fique atento aos valores cobrados pelos planos de saúde, pois podem ficar muito caros para seu bolso. Uma criança utiliza muitas vezes o plano de saúde em determinados períodos de seu crescimento, por isso provavelmente você precisará usar o plano de saúde com muita frequência, e é necessário averiguar se não há cobranças extras e outros tipos de taxas.

Além disso, pesquise antes em todos os planos de saúde preços e condições antes de contratar. Fique com aquele plano de saúde para crianças que oferece maiores benefícios ou que as consultas são livres e não há cobranças de taxas extras a cada consulta.

O período de carência é outro item a ser considerado. O período de carência é aquele tempo que precisa ser considerado até que se possa começar a utilizar o plano de saúde.

Alguns planos possuem períodos mais curtos, outros nem possuem período de carência, por isso é importante escolher o plano que melhor combina com a sua situação. Pois, se a criança porventura precisar utilizar o plano de saúde durante esse período de carência, será um grande transtorno para os pais.

Esteja atento também à modalidade do plano de saúde para crianças. Existem muitos tipos de planos, alguns só cobrem o período do nascimento, por exemplo, outros já são maiores, tudo isso você precisa saber antes de contratar um plano que seja ideal para suas necessidades e a de seus filhos.

Quando um plano tem bons prazos e modalidade mais estendida, é o melhor para se contratar. Mas tudo vai depender das necessidades de cada caso específico, por isso é melhor informar-se sobre cada tipo de plano e prazos de cobertura.

Outra dica importante é saber quais profissionais integram seu plano de saúde. As crianças usam diversos tipos de profissionais em seu período de crescimento, como psicólogos, fisioterapeutas, clínicos, entre outros, por isso é bom saber quantos profissionais o plano de saúde contempla e até mesmo verificar a qualidade de seus serviços.

Os planos de saúde contam com boa cobertura, mesmo assim é importante saber quais profissionais e onde se encontram para ter bem claro o tipo de serviço prestado por cada operadora.

É importante saber quais locais o plano de saúde cobre e também quais estabelecimentos ele contempla, por exemplo, que tipos de hospitais, ambulatórios e laboratórios para exames, entre outras opções, pois essas serão necessárias em algum momento, por isso é bom saber antes de usar quais as opções são oferecidas por cada plano de saúde.

Dentro das áreas de abrangências, é necessário saber exatamente onde se localizam os consultórios e se existe cobertura para fora da cidade de origem, ou seja, em caso de viagens, passeios entre outros, se é possível usar o plano de saúde em outros lugares quando necessário.

É muito incômodo viajar e, se precisar de um serviço de saúde, descobrir na hora da emergência que o seu plano de saúde não cobre essa ou aquela cidade, por isso é interessante verificar essas características antes de assinar o melhor plano de saúde para crianças.

Esteja atento para as modalidades

A modalidade ambulatorial é a que atende a um número limitado de consultas e procedimentos, e deve ser usada em casos de emergência, não tendo uma cobertura mais completa e abrangente. Esse tipo de modalidade deve ser usado em casos onde há possibilidade financeira de se poder arcar com custos maiores em casos de emergência, ou quando a pessoa pensa em usar o SUS em caso de necessidades maiores.

A modalidade hospitalar é a mais completa, e cobre todos os procedimentos necessários para a saúde humana. Porém, entre essas duas modalidades, existem outras intermediárias que devem ser consideradas, pois existem vários tipos de planos de saúde que atendem diversas finalidades e necessidades. 

Pense na importância de ter um plano de saúde para crianças

A longo prazo, ter um plano de saúde para crianças lhe trará benefícios: em primeiro lugar, ter um plano de saúde lhe dá maior tranquilidade pois isso evitará filas no sistema único de saúde, e lhe dará mais autonomia na escolha dos médicos e procedimentos.

Além disso, também é uma questão de economia, pois, mesmo sendo algo caro, o fato de não precisar ter gastos extras inesperados é algo totalmente econômico.

Isso acontece porque as consultas particulares são muito caras no país, e o atendimento público é muitas vezes precário, mal tendo condições de atender à parcela pobre da população, que não pode pagar um plano de saúde.

Isso é uma facilidade e uma necessidade se tratando de nossa realidade. A menos que a pessoa resolva usar o SUS, ou mesmo arcar com os gastos de consultas particulares, os planos de saúde ainda são a melhor opção que o mercado oferece.

Dessa forma, a contratação de um plano de saúde é a maneira mais prática de se garantir a proteção para as crianças e adolescentes nessa importante fase.



VOLTAR